23 dicas rápidas para planejar sua viagem a Santiago do Chile

Neste post separamos para você algumas dúvidas frequentes que vão te ajudar a planejar mais rápido sua viagem à Santiago. Afinal dúvida é o que não falta quando vamos montar um roteiro, não é mesmo?

São 23 perguntas que com certeza vão facilitar bastante a montagem do seu roteiro e sua viagem por essa cidade tão encantadora.

1- Preciso de passaporte para entrar em Santiago do Chile?

Para o turista brasileiro não é necessário passaporte, você pode entrar no país apenas com RG (o documento deve ter sido emitido há menos de 10 anos). Outros documentos como carteira de motorista, certidão de nascimento e CPF não são aceitos. Apesar de não ser obrigatório é bom levar o passaporte, além do RG, pois representa uma segurança maior perante qualquer situação. E também se você gosta de “colecionar carimbos”, não deixe de levá-lo.

2- Preciso de visto para entrar no  Santiago Chile?

A entrada do turista brasileiro é permitida  apresentando apenas  o RG ou passaporte, para permanência no país até 90 dias. Porém, se você vai ficar mais do que 3 meses no Chile, é necessário solicitar o visto chileno. Se sua permanência for ultrapassar 90 dias, Clique aqui para saber como conseguir o visto.

3- Preciso falar espanhol?

O espanhol não é obrigatório, mas não vá achando que você vai se virar muito bem só com o “portunhol”. Aprenda a fazer pelo menos as perguntas básicas e a soletrar o seu nome; Esse aprendizado mínimo pode fazer toda diferença para você não passar sufoco, já que em alguns lugares, as pessoas não fazem o mínimo esforço para entender o “portunhol”.  Clique aqui para ver um guia básico de espanhol para viagens.

4- Preciso de Permissão Internacional para Dirigir no Chile?

Para quem vai ficar apenas em Santiago, não existe necessidade de alugar carro. A cidade possui um sistema de transporte muito eficiente; de metrô você consegue ir a praticamente todos os pontos turísticos. Mas, se você pretende conhecer vinícolas ou seguir viagem para outras cidades ou regiões próximas, pode sim usar a sua CNH do Brasil, todavia se você tiver a PID (Permissão Internacional para Dirigir), leve também como forma de precaução.

5- Preciso de vacina contra febre amarela?

Toda viagem pela América do Sul é recomendado que se tome a vacina para Febre Amarela, porém no Chile não é obrigatório. Se você for fazer um mochilão como o nosso que passou por Chile, Bolívia e Peru, aí sim você precisa da Vacina contra Febre Amarela, pois a vacina é uma das exigência para entrar na Bolívia.

6-  Como faço para tirar o Certificado Internacional de Vacinação?

Não adianta só tomar a vacina contra a Febre Amarela, é preciso ter o Certificado Internacional para que a vacina seja válida no país de destino. Clique aqui para ver a lista dos Centros de Orientação para a Saúde do Viajante no Brasil. Você vai tomar a vacina e na hora já é emitido o certificado.

7- Preciso fazer um Seguro de Viagem?

O seguro de viagem não é obrigatório, mas extremamente essencial em caso de algum incidente. E por também dar cobertura a uma série de outras coisas que a gente espera nunca precisar, mas caso necessite terá o apoio da seguradora para resolver da melhor maneira possível.

O nosso seguro foi feito com a Mondial de maneira rápida e com um bom preço.

8- Que moeda eu levo para o Chile?

A moeda oficial do Chile é o Peso Chileno. No momento o mais aconselhável  é levar dólar e trocar por Peso quando chegar em Santiago. Não está compensando levar Real e não é tão fácil achar uma casa de câmbio no Brasil com Peso chileno disponível. E o câmbio não será tão vantajoso.

Uma regrinha útil para calcular o câmbio: 1.ooo pesos chilenos ÷ 194,64(valor do Real em Nov-16 em Santiago)= R$ 5,13

9- Onde trocar moeda em Santiago?

Assim que chegar no aeroporto você pode trocar uma pequena quantia para despesas imediatas, mas o recomendado é trocar no centro de Santiago, próximo a plaza de armas, nas ruas moneda e agustina onde  você encontrará diversas casas de câmbio. Pesquise bastante antes de escolher onde fará a troca do dinheiro e não aceite notas antigas ou com qualquer rasgado, pois depois não conseguirá trocar.

10- Como é a Tomada Elétrica no Chile?

No chile a tomada é de três pinos, mas não como as tomadas do Brasil; lá são três pinos retos, por isso é necessário que você leve um adaptador de tomada de dois pinos. E o outro fator importante é que essas tomadas não são finas como as nossas, então, tudo que você liga na tomada fica folgado, mas funciona.

11- Quais são os meios de transporte em Santiago?

Em Santiago você vai encontrar ônibus, metrô, táxi e também uma espécie de táxi “lotada”. Nós andamos apenas de metrô por ser bem eficiente e chegar praticamente a cidade toda. Se você optar por andar de táxi, fique atento, pois há muitas histórias de taxistas enrolando turistas.

12- Como ir do Aeroporto para o Centro de Santiago de Ônibus, Táxi ou Transfer?

  • Ônibus+Metrô: É preciso combinar ônibus+metrô para chegar até o centro de Santiago; mas, não se preocupe, é super tranquilo fazer essa combinação. O ônibus possui paradas em terminais que são muito próximos ao metrô. E o metrô de Santiago é rápido, super eficiente e seguro.

Ao concluir o desembarque, você deverá se dirigir ao portão 4; Lá existem 2 opções: O Turbus que custa: 1.700 pesos (aproximadamente R$ 8,74); Eles também vendem o Boleto de ida e volta para o aeroporto que custa: 2.800 pesos (aproximadamente R$ 14,38). As paradas acontecem nos terminais: Alameda, San Borja, Pajaritos. Em qualquer um desses terminais você pode pegar o metrô.

A outra opção é Centropuerto executivo que custa 1.700 pesos. E o Boleto de ida e volta que custa: 3.000 pesos (aproximadamente R$ 15,41). As principais paradas são: Pajaritos, Universidade de Santiago e Los Héroes. Em qualquer um desses terminais você pode pegar o metrô.

  • Táxi: Se você escolher essa opção contrate um táxi credenciado para evitar transtornos. Como em qualquer aeroporto é super fácil contratar o táxi credenciado.
  • Transfer: Nós utilizamos o Transfer da Delfos que em abril-16 custou 5.900 pesos chilenos. Recomendamos a empresa, carro novo e motorista atencioso. Muitas pessoas indicam a Transvip, mas na época custava 7.600 pesos.

13- Que cuidados preciso ter com minha segurança?

No geral o Chile parece ser bem seguro e como em todo lugar requer uma atenção maior a noite. Durante nossa viagem não vimos nenhuma situação fora do comum, mas já ouvimos falar sobre dois tipos de golpe:

  • Na Rua: Uma pessoa fingi passar mal e enquanto você ajuda, uma segunda pessoa vem e rouba você.
  • No Táxi: É preciso combinar o valor antes de entrar no carro e verificar o valor que você está pagando, pois você dá uma nota e eles dissem que você deu uma nota de valor menor.

14- Qual o Clima em Santiago?  

A temperatura em Santiago varia em torno dos 20 °C durante o mês de janeiro, até uma média de 8 °C nos meses de junho e julho. No verão, Santiago apresenta grandes variações de temperatura, atingindo com facilidade 30 °C e chegando a 12 °C na madrugada. Já nos meses de outono e inverno, a temperatura cai radicalmente, situando-se entre os 9 °C de dia e baixando para 0 °C ou menos à noite, especialmente na madrugada.

Nossa viagem ocorreu em abril-16 e pegamos uma temperatura de 18ºC durante o dia. Foi possível realizar os passeios tranquilamente, mas sempre levando casaco.

15- Qual a Altitude em Santiago?

Santiago está a 520 metros a cima do nível do mar. Você consegue aproveitar a cidade tranquilamente sem sofrer com o mal de altitude.

16- Quando ir a Santiago?

Santiago possui opção para todas as épocas do ano, por isso é importante você definir primeiro o que deseja visitar; Se o seu desejo é esquiar, você deverá ir no inverno, época em que as estações de esqui estarão cobertas de neve.

17- Onde ficar em Santiago?

Os bairros mais disputados de Santiago são o Lastarria e o Bellavista por serem bem boêmios com vários bares e restaurantes, além de serem bairros bem aconchegantes; O bairro de Las Condes também é uma boa opção, pois é super bonito, moderno e sofisticado, porém como uma estadia bem mais cara que as opções anteriores e mais afastado do centro.

18- Que roupa de frio devo levar?

Se você for no inverno, pense que você precisará utilizar várias camadas de roupa, além de luva, cachecol e até uma touca.

Se for no outono, como nós fomos, é possível utilizar um casaco mediano durante o dia e um mais quentinho à noite.

19- Devo comprar um chip em Santiago?

Sim. Se você deseja economizar a melhor saída é comprar um chip. Você encontra facilmente em lojas, farmácias e até em camelôs, em média por 1.000 pesos chilenos. É preciso ir até uma farmácia para colocar os créditos. É como comprar um chip aqui no Brasil. A operadora mais forte é a Claro e funciona bem.

É preciso ligar para sua operadora antes de efetuar a viagem e pedir para habilitar o roaming para conseguir utilizar o chip com facilidade. Evite utilizar o seu plano de dados do Brasil, pois a sua conta virá uma fortuna.

20- O que é IVA?

O IVA é o Imposto sobre Valor Agregado. Este imposto está em tudo o que você consome no Chile: serviços, alimentação, produtos, ou seja, qualquer transação comercial tem o imposto que é de 19%.

Em alguns hotéis você consegue a isenção desse imposto pagando suas diárias em dólar, juntamente com apresentação do papel da imigração.

21- A água em Santiago tem gosto diferente?

A água mineral vendida em Santiago têm um gosto bem diferente do que estamos acostumados. Nós preferimos comprar a água da nestlé (que é igual a nossa) no mercado e ir enchendo nossas garrafinhas, já que não era qualquer lugar que encontravámos essa marca.

Muitos dizem que é possível beber a água da torneira em Santiago, mas nós preferimos não arriscar e não experimentamos.

22- É permitido a entrada e saída de alimentos do Chile?

Ainda no avião você vai receber um documento no qual terá que dizer se você está entrando no país com alimentos, câmeras e dinheiro, além de outras informações. Eles não permitem que você entre no país com frutas e alimentos abertos.

Na volta para o Brasil, se você comprou vinho será preciso despachar, pois não é permitido passar pelo detector de metais com mais de 100ml.

23. O que fazer em Santiago?

Santiago é uma cidade muito cultural. Você vai encontrar diversos museus, igrejas, praças; Mas, vai encontrar também  parques, Shopping e os famosos Cerros que funcionam como mirante da cidade. E o melhor é que a maiorias das atrações possuem entrada gratuita.

Têm mais alguma dúvida? Deixe sua pergunta nos comentários que vamos ajudar você!


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Kelly & Wallace

Somos um casal apaixonado por viagens, gastronomia e fotografia. Somos "aprendizes" de mochileiros e juntos estamos aprendendo a desbravar o mundo.

Você vai adorar também...