Atins nos Lençóis Maranhenses: um vilarejo mágico escondido

Atins é um antigo vilarejo de pescadores que está sendo apontado por muitos como uma “nova” Jericoacoara . Um povoado pequeno, mas cheio de encantos e mistérios.

Vindos de Caburé, chegamos a Atins através do Rio Preguiças. O povoado pertence à cidade de Barreirinhas e está localizado no encontro do Rio Preguiças com o Oceano Atlântico. Logo que você Chega em Atins a “atmosfera” já sinaliza: Você está no meio do nada e o melhor a fazer é se desconectar do mundo e curtir a vibe do lugar.

Atins: o lado roots dos Lençóis Maranhenses

Atins: o lado roots dos Lençóis Maranhenses

Ainda primitivo e cheio de mistérios, Atins é um daqueles lugares que você vive e respira paz. As ruas, todas de areia fofa compõem o clima rústico. Não há sinal de internet e telefone e não existe iluminação pública, somente as pousadas e residências têm energia elétrica. Atins é um lugar ideal para relaxar e se desligar da rotina.

Praia de Atins: paraíso completamente deserto

Praia de Atins: águas que guardam mistérios

No primeiro momento é estranho pensar em ir para um lugar assim, mas quando você observa melhor tudo muda. Atins tem uma energia forte, mágica e intensa. E diante a esse clima, você acaba se desconectando do mundo e de tudo. Esquece dos problemas e principalmente da tecnologia. E a gente acaba reparando nos milhares de detalhes simples que passam despercebidos no nosso dia-a-dia.

Atins: qualquer detalhe da natureza não passa despercebido

Atins: qualquer detalhe da natureza não passa despercebido

Atins nos proporcionou um boa e diferente experiência que vamos guardar com carinho a lembrança dos dias que passamos por lá e deixou gostinho de quero mais.

Ruas de areia em direção à Praia de Atins

Ruas de areia em direção à Praia de Atins

Dizem os nativos que quem vai a Atins uma vez se apaixona, volta e cria raízes. Quem chega no vilarejo se assusta, mas aos poucos começa a entender que Atins é lugar para se interiorizar e conviver com a natureza. Lá não se fala alto, não se vive com pressa e tem o encanto da simplicidade. Tudo na paz.

O lindo céu de Atins

O lindo céu de Atins

Porque o vilarejo se chama Atins: Segundo moradores o nome "Atins", foi dado pelos próprios visitantes através de um fato curioso. Vindos de Jericoacoara, os aventureiros após passarem dos Pequenos Lençóis, nas proximidades de Tutoía (já no Maranhão), avistavam as grandes dunas dos Lençóis Maranhenses. Como o vilarejo está localizado exatamente na extremidade leste do parque, acabou se tornando porta de entrada de muitos visitantes oriundos de expedições vindas do Ceará. De longe, se avistavam os altos lençóis e o vilarejo ficou conhecido pelos aventureiros de "lençóis altinhos". Com o tempo, os "lençois altinhos" virou "altinhos" e depois "Atins".

Apesar de estar longe de tudo, Atins tem chamado atenção de muita gente. Principalmente os que buscam tranquilidade, longe dos agitos das grandes cidades.

Paz e tranquilidade em Atins

Paz e tranquilidade em Atins

Ventos, luzes e cores em Atins

Ventos, luzes e cores em Atins

Atraídos pelas ótimas condições para prática de kitesurf, o vilarejo tem atraído muita gente. Em maré baixa, a praia de Atins ganha aproximadamente dois quilômetros de extensão até o Oceano Atlântico. Além disso, as grandes extensões de águas completamente planas e pouco profundas, junto a enorme e  praticamente deserta praia, somados aos os ventos constantes e favoráveis, fazem de Atins um paraíso perfeiro para os amantes do kite.

Kitesurf em Atins

Kitesurf em Atins

Com a descoberta de Atins para prática de esportes como kitesurf, windsurf, caiaque e standup paddle, o vilarejo tem atraído também muitos estrangeiros, que tem investido na construção de pousadas.

Atins-Lencois-Maranhenses-006

Dizem que Atins tem o “jeitão” do vilarejo de Jericoacoara de antigamente.

Onde ficar em Atins

Existem várias opções de hospedagem em Atins;  Vamos listar  as 3 ótimas pousadas para se ficar em Atins.

  • Rancho do Buna - O Rancho do Buna é bem bonito, cercado de verde, com diversos chalés e alguns animais dão o brilho do lugar. Além de um ótimo café da manhã, eles servem almoço e jantar. Em breve,  vamos escrever um post onde contamos sobre nossa hospedagem no rancho.
  • Pousada Irmão  Atins –  Ficamos um dia na Pousada do Irmão, por termos adiantado a nossa ida a Atins. A diária custou R$ 120,00 por um quarto sem ar condicionado, já que os outros estavam lotados. Nosso quarto tinha rede na varanda, um bom ventilador, mosquiteira (que não sentimos necessidade de usar, pois o ventilador era bem forte); Tudo bem limpo e organizado. O que nos chamou bastante atenção foi a decoração das paredes feitas de conchas que deu um toque único para o lugar. Eles servem almoço e jantar e aceitam cartão, o que é bem raro no vilarejo.
Quartos da Pousada Irmão Atins

Quartos da Pousada Irmão Atins

A Pousada também é restaurante

A Pousada também é restaurante

  •  Pousada da Tia Rita - A Pousada da tia rita em junho de 2015 estava R$ 120,00 a diária, segundo informações de amigos que ficaram hospedados lá, a hospedagem é simples, mas agradável e a tia Rita é uma senhora bem simpática e acolhedora.

 

Como chegar em Atins

A partir de Barreirinhas por passeio: Você pode combinar a chegada em Atins com passeio de lancha voadeira no Rio Preguiças, o passeio sai de Barreirinhas e vai até Caburé. De Caburé para Atins são 10 minutos de lancha voadeira. Algumas agências combram R$ 10,00 por esse deslocamento.

<iframe src=”https://www.google.com/maps/embed?pb=!1m18!1m12!1m3!1d3985.8061511783867!2d-42.74486688524408!3d-2.5697275981276033!2m3!1f0!2f0!3f0!3m2!1i1024!2i768!4f13.1!3m3!1m2!1s0x7f1e8d46f26dfd5%3A0xa9ecc50041bc85a3!2sAtins%2C+Barreirinhas+-+MA!5e0!3m2!1spt-BR!2sbr!4v1501447326014″ width=”600″ height=”450″ frameborder=”0″ allowfullscreen></iframe>

Fechamos esse pacote com a EcoDunas  que não nos cobrou nenhum valor a mais para nos deixar em Atins. Esse passeio sai de Barreirinhas por voltas das 9 hs da manhã e chega em Atins por volta das 15hs. O passeio custa R$ 70,00 por pessoa. Recomendamos ir para Atins assim. :D

Não precisa se preocupar com suas malas, normalmente as pessoas levam suas bagagens durante o passeio. Levamos uma mala de tamanho médio e viajamos com ela sem problemas.

A partir de Barreirinhas por terra: É possível seguir para Atins de Toyota. Os veículos saem do rua principal de Barreirinhas e custa 50,00 reais. O percurso até Atins leva 2h30 e a estrada de areia não é das melhores. Em Barreirinhas, conhecemos uma menina que fez esse percurso e não gostou.

Retorno de Atins x Barreirinhas de voadeira: A voadeira sai de Atins normalmente às 6hs da manhã e às 12hs. É preciso que você avise na pousada o horário que deseja ir embora, pois são eles quem marcam com o barqueiro e nem sempre há passageiros suficientes para a saída do barco. Em junho de 2015 a travessia custava R$ 35,00 com duração de 1 hora.

Lugares e lagoas para conhecer em Atins

  • Lagoa Tropical – Uma das lagoas mais lindas dos Lençóis Maranhenses. Durante este passeio, passamos por diversas lagoas. O passeio termina com pôr-do-sol na Lagoa das 7 mulheres. Custo: R$ 60,00
  • Revoada dos Guarás – Normalmente este passeio é realizado no período da tarde, quando os pássaros de cor vermelho  voltam para seu dormitórios, proporcionando um espetáculo da natureza. Durante o passeio é possível assistir um belo pôr-do-sol.  Custo: R$ 25,00.  
  • Canto de Atins - Onde se esconde a maior joía da região. O famoso “camarão” grelhado na brasa é famoso por sua textura e crocânia incrível. No lugar existem 2 opções para comer: No Antônio ou na Luíza. A gente conheceu o Restaurante do Antônio. Em breve, deixaremos nosso relato aqui no blog.
fique-ligadoInfelizmente, a "Lagoa Verde", não está sendo visitada. Segundo informações locais, a Lagoa encheu demais e acabou "quebrando" as dunas. Com isso, a água está fazendo para dunas menores. Não vale a pena visita-lá.

O pôr-do-sol na Praia de Atins

Chegamos em Atins na parte da tarde sem passeios programados, por isso tínhamos a tarde livre e como conseguimos uma hospedagem bem próximo a praia, cerca de 10 minutos, decidimos ver o pôr do sol de lá, depois de tantos pôr do sol nos Lençóis.

Atins-Lencois-Maranhenses-009

Apreciamos um lindo término de dia, observando as cores que o sol pintava no céu sobre a imesidão do  mar e o silêncio que emanava na praia praticamente deserta.

Pôr-do-sol em Atins

Pôr-do-sol em Atins

O nascer do sol na Praia de Atins

Já que estávamos perto da praia não podíamos perder a oportunidade de ver o nascer do sol, ato que na maioria das vezes por conta da distância nas cidades grandes não temos oportunidade e tempo de assistir.

Atins-Lencois-Maranhenses-021

Saímos da pousada às 6 da manhã para observar o grande espetáculo da natureza e valeu muito a pena. Nós, o som do mar e sol lutando com as nuvens para nos abrilhantar em mais um dia. Não foi o melhor nascer do sol, por que o céu estava com bastante nuvens, mas valeu muito a pena.

Pôr-do-sol na Praia de Atins

Pôr-do-sol na Praia de Atins

Se encantando com estrelas gigantes e plânctons

Algumas amigas nos indicaram ir até a praia a noite para ver os plânctons. No primeiro momento rolou uma incerteza de andar na ruas escuras, além do medo de se perder na volta. Mas, na segunda noite formamos um grupo e fomos caminhando com nossas lanternas e foi a melhor coisa que fizemos. Fazia tempo que não via um céu tão lindo, repleto de estrelas. E a água do mar tão quentinha, deliciosa. Ficamos feito crianças agitando as águas vendo as luzinhas se acenderem no mar.

Infelizmente não temos fotos, mas garantimos que você não vai se arrepender de viver essa experiência.

 Outras coisas para se fazer em Atins

  • Travessia dos Lençóis Maranhenses – Saindo de Atins em direção a Santo Amaro, esta caminhada dura aproximadamente 4 dias. Durante a aventura acontecem paradas para que se possa desfrutar das milhares de lagoas do trajeto. É necessário a contratação de um guia.
  • Caminhada de Atins a Baixa Grande – Saindo de Atins em direção ao oásis de Baixa Grande, esta caminhada dura aproximadamente 2 dias. Durante a travessia acontecem paradas em diversas lagoas. O oásis de Baixa Grande é povoado por 5 famílias nativas. Para caminhada é necessário contratação de um guia.
  • Caminhada de Atins a Queimada dos Britos – Esta caminhada sai de Atins e segue em direção ao oásis de Queimada dos Britos. Esta caminhada passa pela Baixa Grande e outras milhares de lagoas e dura aproximadamente 4 dias. É necessário a contratação de um guia.

fique-ligadoPara esses passeios é extremamente necessária a contratação de um guia local. Em junho de 2015, a diária do guia estava em R$ 150,00. Normalmente as caminhadas são feitas em meio período, iniciando no término da madrugada (entre 3h e 4h da manhã) e final do período da manhã (entre 10h e 11h da manhã). O pernoite (dormida em redes) e alimentação são feitos em abrigos de famílias nativas.


SUPERGUIA


22 Comentários

  1. João Leitão disse:

    Adoro este local! Espero poder visitar um dia. Site lindo o vosso, e que grandes viajantes vocês são! parabéns. Abraço desde o sul de Marrocos!

    • Kelly & Wallace disse:

      Fala João! Fico feliz que tenha gostado das nossas viagens! Se puder, recomende o blog aos amigos. Já conhece nosso instagram? Segue lá @noseotripe Abraços!!

  2. Fabiana Diniz disse:

    Lindo Post sobre Atins. Não deu pra irmos na visita que fizemos aos Lençóis em Maio/15, mas segundo relatos das pessoas que já foram lá deve ser muito lindo e agradável passar uns dias nesse lugar pra relaxar. Esse post aumentou ainda mais a nossa vontade de conhecer. Mais um bom motivo pra ir. Parabéns pelo blog.

    • Kelly & Wallace disse:

      Oi Fabiana! Como você leu vale muito conhecer Atins! É tudo muito simples e lindo! Um lugar que para admirar pequenos detalhes da natureza! Obrigado. Bjs

  3. Muito bom o post sobre Atins. Somos suspeitos pra falar, um dos nossos lugares favoritos para recarregar as energias e se desconectar do mundo. Belíssimas fotos completam as palavras e nos deixam bem perto da sensação de visitar o local. Parabéns.

  4. Fabiana Diniz disse:

    Olá estava revendo este post e lembrei o quanto foi bom ter visitado este lugar. Estivemos em maio e as nossas impressões foram exatamente o que descreveram. Vontade de ter ficado mais… A conexão com Atins foi grande e é um dos lugares mais especiais que já fomos. Agradecemos pelas dicas do blog.

    • Kelly & Wallace disse:

      Que bom que você voltou em Atins e melhor ainda que você voltou no blog para deixar seu relato. Adoramos!!!!!! Quais passeios fez? Conta um pouco pra gente.

  5. Fabiana Diniz disse:

    Olá Kelly e Wallace, ficamos somente dois dias, repetimos o passeio de voadeira pelo Rio Preguiças e estendemos até Atins e no fim da tarde fomos avistar a revoada dos Guarás (bacana mas recomendo uma boa lente objetiva para fotografar). No segundo dia fizemos o passeio da Lagoa Tropical e Lagoa da Sete Mulheres com parada para almoço no Restaurante do Sr. Antonio – Ah aquele camarão grelhado é maravilhoso!
    Atins vale ficar mais dias somente pra relaxar e esquecer da rotina e fechar outras opções de passeios como quadriciclo e stand up paddle.
    Concordo com vocês Atins é mágico.

  6. Genario disse:

    Trekking no parque nacional dos lençóis maranhenses com Genário guia. Caminhadas com o grupo TRAVESSIA em 02 03 ou 04 dias partindo do Canto de Atins. Consulte e fazemos toda logística de vjagem. Whatsapp 86 999261169 genarioguia@hotmail.com instagram @genarioguia

  7. Maycon Douglas disse:

    Boa tarde Amigos, me chamo Maycon Aguiar, nativo de Atins, trabalho com Passeios de Toyota 4×4, lanchas, trekking no Parque Nacional Lençóis Maranhenses, qualquer dúvida, estou a disposição para esclarecer nos seguintes contatos: +55 98 99605-5540 \ +55 98 98125-5300.

  1. 15 de novembro de 2015

    […] Atins no Maranhão: o vilarejo mágico dos Lençóis Maranhenses […]

  2. 24 de novembro de 2015

    […] Atins no Maranhão: o vilarejo mágico dos Lençóis Maranhenses […]

  3. 22 de janeiro de 2016

    […] Atins no Maranhão: o vilarejo mágico dos Lençóis Maranhenses […]

  4. 14 de maio de 2016

    […] Atins no Maranhão: o vilarejo mágico dos Lençóis Maranhenses […]

  5. 14 de maio de 2016

    […] Atins no Maranhão: o vilarejo mágico dos Lençóis Maranhenses […]

  6. 2 de agosto de 2016

    […] Fábio, Atins realmente é um lugar muito encantador!!!! Fizemos essa viagem em Junho desse ano e até hoje me pego lembrando do céu suuuuuper estrelado. É uma pena que não conseguimos fotografa-lo. Ficou na memória. Ainda sim pegamos por do sol e nascer do sol incríveis. Depois da uma olhadinha no nosso post sobre Atins!!!! Abs http://www.viagenseclicks.com.br/destinos/maranhao/atins-lencois-maranhenses/ […]

  7. 2 de agosto de 2016

    […] Outros Blogs sobre Atins: Matraqueando e Viagens e Clicks […]

  8. 14 de fevereiro de 2017

    […] o almoço, seguimos nosso roteiro. Pedimos para o barqueiro nos deixar no vilarejo de Atins. Os demais turistas que estavam no passeio ficaram e após o descanso do almoço seguiram de volta […]

  9. 3 de agosto de 2017

    […] Consulte também os blogs: Turomaquia e Viagens e Clicks […]

  10. 1 de setembro de 2017

    […] mais Sobre Santo Amaro, Barreirinhas e Atins, lugares base para você conhecer o Parque Nacional dos Lençóis […]

  11. 22 de setembro de 2017

    […] Fonte do texto. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Kelly & Wallace

Somos um casal apaixonado por viagens, gastronomia e fotografia. Somos "aprendizes" de viajante e juntos estamos aprendendo a desbravar o mundo.

Você vai adorar também...